01/05/2017

Love The Way You Lie - Capítulo I - Ainda amo você.


Flashback.
Fitei pela vigésima vez aquele garoto dos cabelos dourados, soltando um suspiro em seguida, que minha melhor amiga ao meu lado não deixou passar despercebido.
— Eu ouvi isso — disse com um sorriso divertido.
— Cala a boca, Ash. Não sei do que está falando — corei violentamente, escondendo o rosto entre as mãos e dando uma risadinha.
— Não se faça de sonsa. Eu te conheço muito bem, Srta. Angelina. Sei que está suspirando de amores pelo garoto de cabelos loiros ali — continuou com sua expressão divertida.
— Continuo não sabendo do que está falando.
— Tudo bem, pode fingir que não sabe de nada. Mas como eu disse, eu lhe conheço muito bem e sabemos que estou certa — sorriu maligna. — Fique tranquila. Eu super apoio vocês, afinal, ele é um gato. Mas quem não irá gostar nada disso são os seus pais, você sabe muito bem os amigos que ele vem ver na porta da escola.
Assenti, suspirando frustrada e voltando a olhá-lo. Estava na hora da saída, a maioria dos alunos já havia ido embora, outros estavam apenas conversando ou, como Ashley e eu, estavam esperando por alguém. No nosso caso era pela tia de Ash, que viria buscá-la e me daria uma carona.
— Por que não vai falar com ele? — Perguntou ao me cutucar.
— O quê? Tá maluca? — Disse assustada. — Eu nem ao menos sei o nome dele!
— Simples: vá até lá e pergunte! - Disse como se fosse óbvio. — Ou melhor, deixe quieto.
A encarei confusa por sua mudança drástica de opinião e ela logo se explica:
— Ele está vindo para cá — sussurrou, sorrindo maliciosa.
Antes que eu abrisse a boca para dizer algo, uma voz rouca soa atrás de mim:
— Angelina? — me virei assustada, dando de cara com dois olhos castanho-mel.
Abri um pequeno sorriso tímido e assenti, o fazendo sorrir também.
— Prazer — estendeu sua mão em minha direção. — Sou Jason!

Tateei a cama ao meu lado à procura de Justin, mas o mesmo já havia se levantado. Fiquei juntando forças para me levantar, mas fazia um pouco de frio, então, eu acordei com mais preguiça do que de costume.
Levantei-me e fui para o banheiro. Após terminar meu banho e fazer minhas higienes matinais, vesti uma roupa quentinha e desci para tomar meu café-da-manhã.
Cumprimentei Rose, nossa governanta e minha segunda mãe, com um beijo na bochecha e um bom dia. Ela deu um sorriso pequeno e foi logo me servindo uma salada de frutas.
— Onde está Justin? — Perguntei a ela.
— Está no escritório, conversando ao telefone com a dona Pattie, querida — respondeu.
Terminei o meu café e segui para o escritório. Dei algumas batidas na porta e entrei. Justin ainda estava ao telefone e, vez ou outra, revirava os olhos ou fazia alguma careta. Sorri para ele, que me encarava com tédio, e me aproximei sentando em seu colo e lhe dando um pequeno beijo em sua bochecha.
Justin não gostava que eu lhe desse carinho. Ele sempre fugia dos meus abraços e dos meus beijos. Não sou uma pessoa melosa, mas às vezes gosto de demonstrar afeto pelas pessoas que amo. Ele parecia sempre querer fugir de mim, como se não merecesse o carinho de sua esposa ou algo assim. Mas, algumas vezes, ele não me repreendia ou fugia. Apenas degustava de meus beijos e abraços.
Isso sempre me fazia pensar em como havíamos mudado no decorrer do nosso casamento. Um Justin que antes era romântico, carinhoso e dedicado a me fazer feliz; hoje é um Justin frio, arrogante, sem sentimentos e que às vezes me faz pensar que sente prazer ao me ver chorar.
Quanto a mim, antes de tudo isso, eu era uma garota feliz. Tinha uma boa vida ao lado dos amigos e da família, tinha sonhos bobos, queria apenas encontrar meu suposto príncipe encantado. Mas hoje, não tenho mais amigos. Virei-lhes as costas por causa de uma maldita ilusão. Fui tão ingrata que me repudio até hoje. Não dei ouvidos a nenhum deles, nem a minha família.
Família. Aqueles que antes eu poderia chamar de família, agora são apenas pessoas que não querem mais saber de mim. Meus pais me viraram as costas, disseram que não suportariam ver os resultados de minhas escolhas erradas.
E eu os agradeço por isso. Não gostaria de vê-los tristes, vendo-me sofrer, sabendo que tentaram colocar-me juízo, mas não conseguiram. Eu estava completamente cega de paixão. O que acontece hoje são consequências de minhas próprias decisões.
Justin passou a mão no rosto, limpando o local onde eu havia beijado. Logo, se despediu de Pattie e desligou o telefone.
— O que você quer? — Perguntou, empurrando-me de seu colo.
Encostei-me à mesa em sua frente, ficando no meio de suas pernas. Justin adquiriu uma posição mais relaxada em sua poltrona e me encarou.
— Nada, só queria dar-lhe bom dia — abri um sorriso, o vendo revirar os olhos. — O que Pattie queria?
— Nada que seja da sua conta — disse debochado.
Respirei fundo, tentando manter a calma e engolir suas grosserias. Hoje ele não iria me deixar irritada!
— Jay, eu queria sair hoje — continuei sorrindo, o que pareceu irritá-lo.
— Mas eu não, agora some da minha frente que eu tenho mais o que fazer — me empurrou com grosseria para o lado e começou a mexer em alguns papéis que estavam em cima de sua mesa.
Bufei e me sentei em uma das cadeiras há sua frente.
— Mas eu sim! Você sai todo dia, enquanto eu fico trancafiada atrás desses muros enormes com esses armários espalhados pelo jardim. Por favor, o que custa levar sua mulher para almoçar fora ou passear pelo menos um dia? — Despejei tudo frustrada.
Ele revirou os olhos e me encarou duro.
— Custa tempo e paciência, e se tem uma coisa que eu não tenho é paciência com você. Agora some da minha frente se não quiser voltar para o porão.
Soltei um suspiro longo, me dando por vencida e me levantei, indo até a porta. Antes de sair, me virei em sua direção. Ele ainda me encarava sério.
— Mesmo que você não se importe, eu ainda amo você! — Disse, olhando profundamente naquele mar de mel, saindo em seguida.

Continua...


Eu esqueci de postar, ok?!
Amoras eu não estava bem esse final de semana e esqueci totalmente de postar esse capítulo, ele deveria ter sido postado sexta. Peço perdão por isso hehe'.
Mas, efim, o que acharam do capítulo? Tá confuso demais?
Por hoje é só, fiquem com Deus e beijos de Chanel ♚
+ 3 comentários.
Visite os blogs da campanha:
Imagine Belieber
Imagine Belieber2
One Dí Dreams
Wonderland Fanfics
Dangerous Love
Imagine Belieber

5 comentários:

Que tal deixar seu comentário?
Isso estimula a autora a continuar e deixa seu dia mais feliz! C:
Aceitamos criticas, sugestões, elogios... Mas nada de ofensas, viu?
Seus comentários poderão ajudar no desenvolvimento do blog. Nos avise no caso de algum link errado!